P29
Antropologia da(s) idade(s) (PT/ES/EN)
Convenor:
Filipe Martins (CRIA/UMinho; CEDH - Catholic University of Portugal)
Discussant:
Antónia Pedroso de Lima
Location:
Sala 4, Ciências Veterinárias (Map 30)
Start time:
11 September, 2013 at 9:30
Session slots:
3

Short abstract:

Este painel visa promover o debate em torno dos múltiplos modos de “culturalização” da idade humana, entendendo as “idades” como categorias identitárias ancoradas em contextos sócio-históricos e relacionais específicos, e comportando variadas atribuições de poder, moralidade e responsabilidade.

Long abstract:

Na antropologia a idade, a par do sexo, tem sido realçada como um dos aspetos mais básicos da vida humana e, como tal, um princípio universal de organização social. Tal como o sexo, a idade está vinculada à biologia humana. Porém, tal como o género, também as “idades” humanas constituem categorias identitárias profundamente enraizadas nos contextos sócio-históricos e relacionais em que emergem, comportando múltiplas atribuições de poder, moralidade e responsabilidade que por sua vez determinam padrões de estruturação social mais amplos. No campo da antropologia social e cultural são diversas as áreas temáticas teorizadas que integram ou assentam em noções de idade (sistemas de parentesco, casamento e família; relações produtivas; sistemas políticos e de sucessão; ciclos vitais, desenvolvimento humano e transmissão cultural; simbolismo e ritos de passagem). Contudo, não obstante esta riqueza teórica e etnográfica acumulada, têm sido escassos os trabalhos antropológicos em que a idade se assume como o eixo central de análise e de problematização teórica. Este painel visa contrariar esta lacuna, promovendo o debate em torno dos múltiplos modos de “culturalização” da(s) idade(s) humana(s), nomeadamente a partir de contributos etnográficos, históricos ou teóricos em temas como: - Maturação, ciclos e (per)cursos de vida, fases e transições; - Grupos de idade, poder e cidadania; - Culturas e subculturas de idade; - Tempo, geração e mudança social; - Idade, trabalho e reprodução social; - (Inter)dependências e reciprocidades familiares intergeracionais; - Envelhecimento, autonomia, vulnerabilidade e cuidado; - Idadismo e marginalização com base na idade.