P06
Democratizando a memória: para uma narrativa da diversidade no museu (PT/EN/ES)
Convenors:
Lorena Querol (Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra)
Daniela Araújo
Discussant:
Carla Gonzalez (Investigadora na área da transdisciplinaridade e mudança sócio-ecológica, Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas - Universidade de Évora)
Location:
A1.10, Reitoria/Geociências (Map 10)
Start time:
10 September, 2013 at 9:30
Session slots:
2

Short abstract:

Numa atmosfera global onde a diversidade, o hibridismo, e as sonoridades locais formam parte da gramática do desenvolvimento humanizado e sustentável, centramos a atenção no processo museológico, para reconhecer a sua capacidade de dinamizar memórias, de construir respostas, de enraizar presentes.

Long abstract:

Numa conjuntura marcada por uma nova relação com o ambiente, onde o modelo ecocêntrico e o antropocêntrico deixam de competir pelo domínio um do outro, emergem renovados desafios de gestão partilhada, de coesão social e territorial, de diálogo intercultural e de resignificação da diversidade nas suas diferentes escalas. Neste contexto, a cultura apresenta-se como um importante factor de equilíbrio social e económico, e o museu, enquanto agente de escuta, valorização e articulação dos conhecimentos e práticas associados ao território, ocupa um lugar privilegiado de diálogo que permite dinamizar e resignificar a diversidade local sob uma óptica contemporânea. Marcados pela negociação de consensos e conflitos, por inclusões e exclusões, por manifestações de estruturas de poder e das distintas agências dos/as atores/as sociais, aos processos de ativação patrimonial liderados pelos museus, exige-se hoje um efetivo envolvimento das comunidades. Essa lógica colaborativa e inclusiva, directamente vinculada à construção de uma nova justiça social, coloca sobre a Antropologia diversos acentos sociais, relacionados com a legitimação dos processos de patrimonialização, com a pesquisa enquanto alavanca de envolvimento e actuação das comunidades, ou com o desenvolvimento dos novos potenciais do diálogo social em períodos de grande mudança. Neste painel, abrimos espaço ao conhecimento de diferentes experiências museológicas que colocam a participação no eixo central do processo museológico e que, sob diferentes enfoques teóricos e metodológicos, abrem caminho a novas formas de inclusão, valorização e resignificação contemporânea da memória.